fbpx

Como fotografar fogos de artifício

Final de ano chegando e aquela duvida de como fotografar fogos de artificio.

Para começar precisamos de uma câmera que nos forneça o modo manual de operacionalização para obter uma velocidade Entre 15″ e 30″ segundos de exposição (alta exposição)

O uso de uma câmera dslr (digital single lens reflex) ou Super Zoom é recomendável. (Lembrando de algumas super zoom chegam a ter 15 segundos de Exposição)

Essa dicas vale sempre para quem usa o modo manual.

O uso do Tripé!

Provavelmente a dica mais importante é a de certificar-se que a máquina se encontra bem firme ou presa a algo que garanta uma posição estática ao durante os registos. Iremos utilizar velocidades de obturação longas que serão excelentes para registar o movimento dos fogos artifícios. Várias soluções caseias podem se adequar à finalidade de travar a camera mas, obviamente, o uso de um tripé é o mais adequado.

Composição!

E sempre legal conhecer o local que vamos fotografar, vale sempre ressaltar que buscar novo ângulos de visão como: fotografar com lentes grandes angulares buscando promover uma distorções que a lente causa nos planos fotográficos. Colocar um pessoa, estatua ou qualquer interferência humana na composição da sua fotografia fica sempre bem harmônico.

Como montar

Monte a câmera no tripé localize onde você vai fotografar e ajuste o foco, e um pouco trabalhoso no foco automático no escuro, mas se usar o ajuste manual é uma solução ideal se sua camera tiver indicador de foco lembre de colocar em foco infinito.

Velocidade do obturado
Determine uma velocidade de 15” a 30”

Diafragma
Determine um F de 16 a 22

ISO – Procuro fazer as minhas Fotos em ISO 100 ou Menor

Um erro é pensar que a fotografia de fogos de artificio precisamos usar um iso alto, e sempre recomendável utilizar a o triângulo da exposição onde vamos sempre obter a uma quantidade de luz, intensidade e sensibilidade assim avaliamos que teremos uma quantidade muito alta de luz devida ao 30″ de exposição. O diafragma fechado em F16 – F22 vai fornecer uma pequena intensidade de luz junto com uma maior profundidade de campo. O Iso baixo vai fornecer a menor sensibilidade de luz junto com a maior nitidez. Vale recordar que o iso alto sempre vai gerar ruído e para alguns fotógrafos essa consequência não é uma coisa favorável e aceitável.

O prazer da fotografia de fogos de artificio é forma e os trajectos descritos no céu escuro.

O uso de um disparador remoto vai sempre confortar o fotografo a deixar a sua câmera fazendo o disparo com tempo determinado controle do disparador.

Sempre na fotografia de fogos de artificio precisamos lembrar muito bem do tempo de exposição ex: 30″ – 15″ – 10″ a composição é outro fator de extrema importância é composição fotográfica.

Gostou dessa matéria? Essa foi uma dica do nosso professor Carlos Rincon da unidade Campinas.Venha até uma de nossas unidades conhecer nossos cursos e descobrir com qual você mais de identifica.

https://escolaproarte.com.br/cursos/fotografia-profissionalizante/

dezembro 27, 2016
Escola Pró-Arte© 1981 - 2019
X